Ao completar 26 anos, DPE-AM tem como principal desafio ampliar orçamento para manter serviços


Ao completar 26 anos, nesta quarta-feira, 30 de março, a Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) tem como principal desafio ampliar o orçamento para manter serviços e expandir a atuação em todo o Estado. É o que aponta o defensor público geral do Estado, Rafael Barbosa, que destacou a preocupação com o impacto negativo da crise econômica nos repasses orçamentários para a Defensoria. Ele afirmou que já discute com o Governo do Estado e Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM) maior participação do órgão na divisão orçamentária do Executivo.

Durante Sessão Especial em homenagem aos 26 anos da DPE-AM, no plenário Ruy Araújo da ALE-AM, nesta quarta-feira, o defensor público titular da Defensoria Especializada de Atendimento de Interesses Coletivos, Carlos Alberto Souza de Almeida Filho, apresentou o cenário de queda nos repasses orçamentários para a Defensoria, que acumula, de janeiro a março de 2016, R$ 2,4 milhões a menos nas finanças do órgão. Permanecendo a trajetória de queda, a expectativa é a de que haverá dificuldade para pagamento da folha salarial e para manutenção de serviços oferecidos atualmente.