Ação pela vida leva informações sobre prevenção ao suicídio à população na praia da Ponta Negra


Uma ação pela valorização da vida mobilizou profissionais de psiquiatria e psicologia, estudantes da área, defensores e defensoras públicas e toda a equipe da área Psicossocial da Defensoria Pública do Amazonas (DPE-AM) , neste domingo, no calçadão da praia da Ponta Negra, zona oeste de Manaus. A ação faz parte da programação do Setembro Amarelo, campanha de prevenção ao suicídio realizada pela Associação Amazonense de Psiquiatria(AAP), em parceria com a DPE-AM, Conselho Federal de Medicina e Associação Brasileira de Psiquiatria.

Durante a ação, os frequentadores da área receberam panfletos com orientações sobre meios de identificar comportamentos em que há risco de suicídio e também informações de psicólogos e psiquiatras sobre principais causas do suicídio e formas de prevenção dessas causas. De acordo com o presidente da AAP, Cléber Naief, mais de 90% dos casos de suicídio estão relacionados a transtornos mentais, entre os principais a depressão e aqueles associados ao uso de álcool e outras drogas.

De acordo com o defensor público Ricardo Trindade, coordenador da campanha pela DPE-AM, a instituição decidiu apoiar o Setembro Amarelo por se tratar de uma questão de saúde pública. “A Defensoria tem um núcleo dedicado às questões de saúde, voltada à assistência jurídica para assegurar o acesso à saúde a pacientes carentes que necessitam de internação, remédios ou tratamentos e que, por alguma razão, não estejam sendo atendidos pelo Estado”, afirmou Trindade, ao destacar que a campanha também é realizada com o objetivo de quebrar o tabu em torno do suicídio, buscando discutir o tema e incentivar a prevenção.