Defensoria Pública coloca o Amazonas entre as prioridades do Programa de Proteção a Crianças e Adole


A Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) colocou o Estado entre as prioridades do Ministério dos Direitos Humanos para a implementação do Programa de Proteção a Crianças e Adolescentes Ameaçados de Morte (PPCAAM). Na manhã desta quinta-feira, dia 06 julho, o defensor público geral do Amazonas, Rafael Barbosa, e outros representantes DPE-AM participaram de uma reunião no ministério, em Brasília, para articular a implementação do programa no Estado. A comitiva expôs a necessidade do Amazonas ter implementado o PPCAAM, devido ao número de crianças e adolescentes vítimas de abuso sexual e ameaçados de morte. Diante disso, o ministério informou que o Amazonas está entre os Estados que será beneficiado, assim que o programa tenha verba para instaurar o PPCAAM em novas unidades da federação.

Para o defensor público geral, Rafael Barbosa, o resultado da reunião foi muito positivo, com o Ministério dos Direitos Humanos sinalizando para a implementação do PPCAAM no Amazonas. “Esperamos que não tarde a liberação de recursos, para que o programa seja em breve implantado no Estado, porque sua necessidade é urgente e a ausência de uma estrutura local de proteção a essas crianças e adolescentes as coloca em situação ainda mais vulnerável”, avalia.

Atualmente, o Amazonas não dispõe de uma estrutura local do programa e, quando há necessidade de encaminhar crianças e adolescentes ao PPCAAM, é preciso que uma equipe técnica do programa se desloque até o Estado.

Também ficou def