Associação cancela ação social do Esquenta da 17ª Parada do Orgulho LGBT onde haveria atendimento da


O atendimento da Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) no Esquenta da 17ª Parada do Orgulho LGBT foi cancelado porque a Associação da Parada do Orgulho, Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (APOLGBT-AM), organizadora do evento, cancelou a ação social que ocorreria dentro da programação. O evento, no entanto, está mantido para o próximo dia 10 de setembro, na Avenida Sete de Setembro (ao lado da loja C&A), Centro de Manaus, a partir das 17h, com as apresentações musicais e culturais programadas anteriormente.

A APOLGBT informou que a ação social será realizada no dia da Parada do Orgulho LGBT, prevista para o dia 01 de outubro, na Ponta Negra. Segundo os organizadores do evento, como o Esquenta da Parada do Orgulho LGBT já havia sido adiado do dia 27 de agosto para o dia 10 de setembro, acabou sendo remarcado para a Semana da Pátria, com os feriados dificultando a reorganização da ação social. Dessa forma, o atendimento que a Defensoria Pública faria no dia 10 de setembro também foi cancelado.


0 visualização