Defensoria Pública vai intensificar ações visando o combate à violência obstétrica


A Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) vai intensificar ações para garantir às gestantes o atendimento humanizado no momento do parto. A instituição integra o Comitê Multi-institucional de Acompanhamento do Plano de Cooperação Técnica da Prevenção da Violência Obstétrica no Estado do Amazonas, criado pelos Ministérios Público Federal (MPF) e Estadual (MP-AM), que tem o objetivo de realizar trimestralmente reuniões com os órgãos municipais, estaduais e federais signatários do Termo de Cooperação Técnica que prevê o combate a esse tipo de agressão. As reuniões servem para avaliar se estão sendo cumpridas as diretrizes que preveem a tomada de medidas de proteção às mães e seus filhos.