Posto da Defensoria Pública na Galeria Espírito Santo atende pedidos de alvará judicial e retificaçã


A dona de casa Raimunda de Souza, 59, procurou o posto da Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) que funciona na Galeria Espírito Santo, na rua 24 de Maio, Centro, com o objetivo de obter a revisão do Registro de Nascimento dela. Nascida no município de Canutama, ela foi registrada como nascida no município Purus, inexistente, e agora precisa fazer a retificação por ter que tirar a segunda via da Carteira de Identidade. “Não tinha reparado o erro, que agora foi apontado quando tentei tirar minha identidade”, disse dona Raimunda.

Para corrigir o erro em seu documento, Raimunda recorreu à DPE-AM para entrar na Justiça com uma Ação de Retificação de Registro e aguarda o resultado.

Assim como ela, dezenas de pessoas procuram todos os dias o posto da Defensoria Pública do Amazonas, tanto para retificar documentos, quanto para pedir alvará judicial por morte de familiar ou alvará judicial de alimentos. Nesses casos, esse documento é essencial quando há questões a serem resolvidas com contas bancárias, retirada de FGTS/PIS/PASEP e resíduos previdenciários, por exemplo.

O autônomo Valmar Conceição, 56, foi ao posto da DPE requerer a retificação do registro de nascimento, enquanto o Marcos Luiz dos Santos, buscou explicações a respeito de resíduos do INSS do pai, falecido recentemente.