Defensor público alerta que é preciso combater a invisibilidade jurídica e social das questões relac


O defensor público Roger Moreira, titular da Defensoria Pública Especializada na Promoção e Defesa dos Direitos Humanos, alerta que é preciso trazer os casos de LGBTfobia a público e debater cada vez mais esses temas, para combater a invisibilidade jurídica e social em que ainda vive a população LGBT. O defensor público participou, na tarde da última quinta-feira, dia 17 de maio, de uma audiência pública realizada na Câmara Municipal de Manaus (CMM), pelo Dia Internacional de Combate à LGBTfobia.

“A importância da Defensoria Pública, enquanto instituição vocacionada para a promoção dos Direitos Humanos, como diz na sua Lei Orgânica Nacional, é que faz com que a gente venha numa audiência pública como essa e participe nessa intenção, de trazer essa situação, em que muitos casos beiram à invisibilidade jurídica e social e debater esses temas”, afirmou Roger Moreira.

O defensor público ainda ressaltou que a campanha nacional da Defensorias Públicas, executada através da sua associação, aborda a questão do direito ao registro civil, que representa uma das lutas da população LGBT. “Então, você vê como é importante para aquele que tem a sua cidadania não respeitada poder ser reconhecido enquanto ser humano e um ser titular de direitos, não só numa promessa, numa lei, numa instituição, mas na prática, no dia a dia”, disse.