Defensoria Pública apoia projeto Transformar, do governo do Estado, que visa a ressocialização de pe


O defensor público Eduardo Ituassu, coordenador da área criminal da Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM), participou na tarde da última quinta-feira, 29, da formatura da primeira turma de alunos do projeto Transformar, promovido pela Secretaria de Administração e Gestão (SEAD), visando a ressocialização de pessoas que estão em cumprimento de pena por meio de capacitação profissional. A DPE é parceira da iniciativa desde sua criação e apoia o projeto.

“Acredito que o projeto seja de extrema importância, pois trata, além de uma economia para o Estado, com o reaproveitamento dos materiais que antes estavam inservíveis, bem como quanto a questão ambiental, e tem um objetivo de proporcionar capacitação aos apenados, facilitando a ressocialização, com verdadeira integração à sociedade através de um ofício, tentando evitar a reincidência e o retorno ao cárcere”, afirmou o defensor.

O evento com entrega de certificados aconteceu no auditório da Sead, no conjunto morada do sol, zona centro-sul de Manaus.

Os vinte e cinco formandos fazem parte dos dois cursos inaugurais de Instalação e Manutenção de Condicionador de Ar e Restaurador de Móveis do “Projeto Transformar”, criado para atender à demanda de qualificação profissional do sistema prisional do Amazonas.

Realizados em parceria com o Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam), os cursos promovem o reaproveitamento e reforma de móveis e equipamentos eletrônicos descartados pertencentes ao patrimônio do Estado, utilizando a mão de obra do regime semiaberto e ressaltando o tripé econômico, social e ambiental.

“O projeto visa impulsionar a ressocialização dos detentos, diminuindo a reincidência criminal e ampliando a possibilidade de recolocação no mercado de trabalho e muito além disso, reorganizar o patrimônio do Estado, reaproveitando-os da melhor forma”, disse a titular da Sead, Angela Bulbol de Lima.

Já na primeira turma, a economia para os cofres públicos, a partir da reutilização de bens reformados será de aproximadamente 266 mil reais.

Além do Cetam e da DPE, são parceiros do Projeto Transformar, a Secretaria do Estado de Administração Penitenciária (Seap), o Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), a Universidade do Estado do Amazonas (UEA), a Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc), a Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) e a Secretaria de Estado do Trabalho (Setrab).

*Com informações da assessoria da Sead

#ServidoresdaDPEAM #Sead #ProjetoTransformar

37 visualizações