Defensoria vai propor criação de comitê estadual para prevenção ao suicídio no Amazonas


Relatos de atendimento a estudantes já faixa etária de 13 a 15 anos, depoimentos de mães e familiares sobre a perda de jovens e a afirmação da necessidade de se criar, o mais rápido possível, um comitê intersetorial e interdisciplinar para atuar na prevenção e combate ao suicídio, foram alguns dos principais resultados da primeira audiência pública realizada para discutir o aumento do índice de suicídios, especialmente entre jovens.

Promovida pela Defensoria Pública Especializada na Promoção e Defesa do Direitos Relacionados à Saúde, a audiência pública foi realizada na última segunda-feira, no auditório da Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) na rua 24 de Maio, Centro, reunindo mais de 110 pessoas, entre as quais servidores das secretarias de Saúde, Educação, Assistência social e também pessoas ligadas a movimentos sociais preocupados com o crescimento do índice de suicídios, especialmente entre jovens.

“O objetivo da audiência pública foi colher relatos sobre casos concretos que possam instruir os trabalhos da Defensoria Pública e a constituição do comitê que deverá propor ações visando a prevenção”, explicou o defensor público Arlindo Gonçalves, responsável pela Defensoria Especializada na Promoção e Defesa do Direitos Relacionados à Saúde.

Representantes das secretarias municipais e estaduais de Saúde e Educação entregaram relatórios que serão avaliados pela Defensoria Especializada e vão municiar as ações para a f