Defensoria nomeia quatro novos defensores públicos para atuar no interior


As próximas nomeações terão como foco os polos da DPE em Tabatinga e Tefé que devem ser inaugurados ainda no primeiro semestre deste ano

O interior do Amazonas deve ganhar um reforço de defensores públicos ainda no primeiro semestre de 2019. Isso porque quatro novos defensores públicos foram nomeados pela Defensoria Pública do Estado (DPE-AM) para atuar em Humaitá, município distante 591 quilômetros em linha reta de Manaus. A nomeação foi publicada na edição do Diário Oficial Eletrônico da última sexta-feira, 15, e está disponível no site da instituição.

Foram nomeados José Maria Arcanjo Alves Filho, Stefanie Barbosa Sobral, Oswaldo Machado Neto e Natália Saab Martins da Silva. É a segunda nomeação do ano, uma vez que Rodolfo Pinheiro Bernardo Lobo, Roberta Eifler Barbosa e Gabriela Lima Andrade, três primeiros classificados no certame, foram nomeados em janeiro e empossados no último dia 11. Dois dos três primeiros nomeados foram designados para atuar no Polo Zeca Pontes, em Parintins, e um para Itacoatiara, a fim de suprir ausências de defensores que deixaram de atuar nesses municípios.

O concurso teve sua primeira etapa realizada em junho de 2018, para o preenchimento inicial de 25 vagas e teve 3.026 inscritos. O certame foi homologado em dezembro, após as etapas finais de prova oral e entrevistas, tendo 59 aprovados. As nomeações iniciais fazem parte de um cronograma financeiro orçamentário elaborado para 2019, depois da homologação do concurso pelo Conselho Superior da DPE-AM, em dezembro de 2018.

Com a designação de defensores para os municípios de Parintins e Humaitá, as próximas nomeações terão como foco os polos da DPE-AM em Tabatinga e Tefé, que devem ser inaugurados ainda no primeiro semestre deste ano.

De acordo com o defensor público geral, Rafael Barbosa, as nomeações são fruto de esforços para levar os serviços da instituição para quem precisa, principalmente, à população do interior do Estado. Ele destaca que a chegada dos novos defensores, além de representar a melhoria do atendimento aos assistidos, também fortalece a Defensoria.

“O assistido é nossa razão de existir. Temos o compromisso de não deixar o interior sem defensores para que a população tenha sempre a mão da Defensoria estendida quando precisar e estamos trabalhando muito para ampliar isso. Nosso desejo era que o orçamento de 2019 permitisse a nomeação dos 59 aprovados, mas enquanto não alcançamos esse ideal vamos colocando em prática estratégias para uma Defensoria mais forte e com melhorias no atendimento”, ressaltou o defensor público geral do Estado, Rafael Barbosa.

Foto: divulgação Secom

#Nomeação #defensor #concurso #Humaitá #interior

316 visualizações
INSTITUCIONAL
Please reload

DIÁRIO OFICIAL
Please reload

CONSELHO SUPERIOR
Please reload

LEGISLAÇÃO
SERVIÇOS
Please reload

IMPRENSA
Please reload

Please reload

Avenida André Araújo, nº 679 - Bairro Aleixo
CEP 69060-000 | Manaus - Amazonas