Defensor geral dá posse a seis novos servidores concursados



Eles ocuparão os cargos de analista jurídico, analista social - psicólogo, analista social - serviço social e assistente técnico


O defensor público geral, Ricardo Paiva, deu posse nesta sexta-feira (2) a seis novos servidores aprovados em concurso público. A cerimônia de posse foi realizada na sede da Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM), nesta manhã, com a presença também do chefe de gabinete, Nairo Aguiar, do diretor administrativo, Rudson Nunes, e de familiares dos servidores.


Tomaram posse Artur Vieira Herbas, Priscila Cabral Correia, Larissa Gabriela Lins Neves, Andreia Lima de Souza, Aimée Cavalcante Monteiro e Wallace Albuquerque da Silva. Eles assumem os cargos de analista jurídico, analista social – Psicologia, analista social – serviço social e assistente técnico, respectivamente.


Ao discursar, o defensor geral deu as boas-vindas aos novos servidores e disse que, apesar de a posse ser realizada em uma cerimônia simples, esta é recheada de carinho e respeito. O mesmo que deverão dedicar as pessoas que são atendidas pela Defensoria.


“A missão da Defensoria é de olhar para o próximo, algo que o mundo está precisando muito neste momento. Aqui, todos os dias, devemos exercitar a empatia. Muitas vezes, o papel do defensor e dos servidores é dar uma palavra de carinho, de apoio, de esperança. E esse será também o papel de vocês, construindo um Brasil melhor e uma instituição cada vez melhor”, disse Ricardo Paiva.


Representando todos os servidores empossandos, Artur Vieira, que é baiano, mas mora em Manaus desde 2017, disse que já tem um vínculo com a cidade e que espera que todos os que assumiram cargo na Defensoria nesta sexta-feira possam contribuir com a instituição da melhor forma possível. “Esperamos contribuir para na base do sistema para que a assistência da Justiça seja mais justa, mais honesta e mais humana”, afirmou.

O diretor administrativo, Rudson Nunes, disse que o dia era de festa, mas que agora começa um novo desafio para eles, que é der o melhor de si e mostrar que merecem estar na Defensoria e que passam também a construir dia a dia uma instituição melhor.


O chefe de gabinete, Nairo Aguiar, lembrou aos servidores que a partir de agora eles passam a fazer parte de uma instituição que tem a missão “mais que nobre” de levar a Justiça a pessoas que em sua maioria são invisíveis para o Estado. “Todos nós que trabalhamos na Defensoria, trabalhamos para entregar um único produto, que é a assistência jurídica aos excluídos”, disse.


Fotos: Florêncio Mesquista/DPE-AM

364 visualizações