Defensor público Antonio Cavalcante recebe Medalha de Ouro Cidade de Manaus



Homenagem foi realizada nesta quinta-feira, 5, na Câmara Municipal


O defensor público Antonio Cavalcante de Albuquerque Júnior recebeu nesta quinta-feira, 5, a Medalha de Ouro Cidade de Manaus, mais alta honraria concedida pela Câmara Municipal de Manaus (CMM) a cidadãos que prestam relevantes serviços à sociedade manauara. A reunião solene de outorga da medalha foi realizada no plenário Adriano Jorge, na sede do parlamento. A homenagem foi proposta pelo presidente da Casa, vereador Joelson Sales Silva, e pelo vereador Marco Antônio Chico Preto e aprovada por unanimidade pelos 41 parlamentares.


Ao agradecer a honraria, o defensor público, que foi subdefensor geral nos últimos quatro anos, falou da importância do Poder Legislativo Municipal, ressaltando que este é um poder “formado por verdadeiros representantes do povo que buscam, cada um a seu modo, levar melhorias à população da cidade de Manaus”. Antonio Cavalcante também destacou a atuação de Joelson Silva e Chico Preto como parlamentares.


“A admiração que sinto pelo trabalho do parlamentar é extrema. Balizador das decisões do poder Executivo, eu sei o quanto um parlamento atuante é essencial para corrigir erros, apontar soluções, propor leis que beneficiam o povo e acima de tudo preservar o Estado Democrático de Direito. Por isso mesmo, receber deste parlamento a medalha que me é outorgada hoje não é só motivo de honra, para mim significa uma grande responsabilidade. O evento de hoje ficará marcado na minha memória para sempre”, afirmou o defensor.


Antonio Cavalcante encerrou seu discurso afirmando que “nunca podemos esquecer que sem a vontade e a permissão de Deus jamais chegaremos a lugar algum”. “Por isso, é a ele, a Deus, o grande arquiteto do universo, que dedico essa homenagem”, disse.


A reunião solene de outorga da medalha foi presidida pelo 3º vice-presidente da CMM, vereador Samuel da Costa Monteiro. O parlamentar ressaltou, em seu discurso, que a Medalha de Ouro Cidade de Manaus é a maior honraria que se pode conceder a um cidadão de Manaus, sendo entregue de forma criteriosa como reconhecimento a relevantes serviços prestados à sociedade.


“Esta honraria é dada aos cidadãos que fazem e fizeram história nesta cidade, que prestam serviços à sociedade. E o senhor fez história por onde passou. Sinta-se esse homem importante para a Câmara Municipal e para a cidade de Manaus”, afirmou o vereador Samuel.


O subdefensor geral do Estado, Thiago Nobre Rosas, também participou da cerimônia e ressaltou em seu discurso quatro qualidades pessoais que Antonio Cavalcante levou para sua atuação no cargo de subdefensor geral durante os quatro anos de gestão do ex-defensor geral Rafael Barbosa: o equilíbrio, honradez, a fé e a fidelidade.


“Nesses últimos quatro anos, posso elencar inúmeras características do Antonio que transpareceram na Defensoria. Uma delas é o equilíbrio, que foi de grande valia para a Defensoria, pelo seu bom senso e visão de pessoa mais madura. Outra é a honradez. Antonio tem o coração honrado, coração bom. A terceira coisa é que é um homem de Deus. Quem convive com ele é tocado por Deus através dele. E a quarta é a fidelidade. Antonio foi fiel ao defensor geral sempre e isso me marcou e me ensinou. Antonio, tu mereces essa homenagem pelo homem que tu és”, afirmou Thiago Rosas.



Trajetória


Antonio Cavalcante de Albuquerque Junior é bacharel em Direito pela Fundação Universidade do Amazonas, atual Universidade Federal do Amazonas, Especialista em Direito do Trabalho, Processual do Trabalho e Direito Previdenciário pelo Centro Universitário de Ensino Superior do Amazonas e Mediador de Conflitos certificado pela Fundação Nacional de Mediação.


Advogado Militante nas áreas cível, trabalhista, administrativa e eleitoral entre os anos de 1997 a 2007. Ingressou no serviço público em 1990 como Consultor-chefe da então Secretaria de Estado de Interior e Justiça, a partir de 1997 passou a atuar na assessoria da Câmara Municipal de Manaus - CMM, como assessor do então Procurador-Geral da CMM, Professor Dr. Roosevelt Braga.


De 2003 a 2004 atuou como Diretor na Secretaria de Estado de Justiça e Cidadania. Diretor Financeiro da CMM nomeado em 2005, tendo atuado decisivamente, dentre outros avanços, na implantação do PCCS e na construção da nova sede da CMM.


Antonio se tornou defensor público do Estado do Amazonas em 2008, quando foi nomeado após ser aprovado em concurso. Sua 1ª lotação foi o município de Tefé. Eleito para o Conselho Superior da Defensoria no biênio 2012-2014, oportunidade em que participou da elaboração de diversos projetos de alta relevância institucional, como do Regimento Interno da DPE, no qual entre outras propôs e aprovou a Diretoria de Controle Interno, a qual implantou sendo o primeiro Diretor no biênio 2014-2016.


Galgou o cargo de subdefensor público geral do Estado nos biênios 2016-2018 e 2018-2020 a convite do então defensor público geral do Estado Rafael Barbosa, que o designou como responsável direto pela expansão da Defensoria Pública do Estado no interior, bem como supervisor da implantação de novos métodos e rotinas administrativas e de controle da instituição, período no qual a Defensoria deu um salto, entre outros, na sua interiorização. Atualmente é titular de atendimento da área de família cumulando a defesa administrativa dos hipossuficientes e vulneráveis junto ao Tribunal de Contas do Estado do Amazonas.



FOTOS: Clóvis Miranda/DPEAM

56 visualizações