Defensoria dá posse a mais três servidoras aprovadas em concurso público



Servidoras reforçarão quadro de pessoal em Manaus, como analista jurídico e de ciências contábeis


O defensor público geral do Estado, Ricardo Paiva, deu posse nesta sexta-feira (3) a mais três servidoras aprovadas em concurso público. A cerimônia de posse foi realizada na sala do Conselho Superior na sede da Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM), na avenida André Araújo, bairro Aleixo, Zona Centro-Sul de Manaus. Participaram da solenidade, além do defensor geral, a subcorregedora geral, Karlla Alynne Queiroz de Souza, o diretor administrativo da instituição, Rudson Nunes, e familiares das empossandas.


Tomaram posse nesta sexta-feira as servidoras Carolina Palheta de Araújo, no cargo de analista jurídico, e Larissa Catarine Medeiros Barreto e Elclimara Alves Saraiva, no cargo de analista em gestão especial Ciências Contábeis. As três servidoras reforçarão o quadro de pessoal da Defensoria em Manaus.


Falando em nome das servidoras que tomaram posse, Carolina disse que tem uma história com a Defensoria desde 2016, quando ingressou na instituição como estagiária.


“Não fui eu que fui até a Defensoria, foi a Defensoria que veio até mim. E hoje enxergo toda a razão para isso. Tenho muito respeito e admiração pela Defensoria, por tudo o que ela representa, que vai muito além de ações judiciais. E pretendo seguir esse caminho até chegar a ser defensora pública. Espero que possamos cumprir nossa missão e fazer valer os preceitos constitucionais”, afirmou Carolina.


Para o defensor geral, Ricardo Paiva, este foi mais um dia de alegria, pois se trata do ingresso de novos integrantes da instituição, o que traz um sentimento de luz e de pertencimento. Paiva disse ainda esperar que as novas servidoras possam sentir o mesmo que ele sente ao ver a instituição sendo fortalecida.


“Também já estive nesse momento e hoje tenho a exata noção da importância disso para a minha vida. A missão da Defensoria é muito nobre, é ajudar as pessoas, o próximo. A Defensoria tem buscado estar cada vez mais próxima da população, é assim na pandemia, é assim na enchente, é assim todos os dias. Que vocês possam encontrar propósito e dar o melhor de vocês”, afirmou Paiva.


A subcorregedora geral, Karlla Queiroz, disse que sempre que participa de posse de novos servidores, recorda da própria posse, pois é um momento que coroa toda a dedicação e esforços necessários para ser aprovado em um concurso público e que sabe como as novas defensoras estão se sentindo.


“A Defensoria é uma instituição diferente, especial, que exige da gente empatia, dedicação e amor ao próximo. Se você não tem isso, vai acabar adquirindo, porque é impossível não se apaixonar”, concluiu.

Para o diretor administrativo, Rudson Nunes, a posse de novos servidores é sempre um momento de felicidade, pois a Defensoria tem uma missão muito nobre e eles entram para a instituição para contribuir para o cumprimento desta missão.


“A Defensoria leva muito em consideração a palavra empatia, que é fundamental não apenas para o atendimentos dos assistidos, que são nosso objetivo principal, mas também para as relações com os colegas. Não somos estrelas solitárias e se trabalhamos juntos, quem ganha é a instituição”, afirmou.


Fotos: Clóvis Miranda/DPE-AM

447 visualizações