Defensoria inaugura unidade em Iranduba e reforça presença no interior



Com a inauguração da quarta unidade este ano, DPE-AM estende a presença permanente para 10 das 13 cidades da Região Metropolitana



A Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) inaugurou nesta quarta-feira (23) a unidade em Iranduba, a 19 quilômetros de Manaus, e agora se faz presente em 10 dos 13 municípios da Região Metropolitana da capital. Durante a solenidade, dois servidores aprovados em concurso para atuar na cidade tomaram posse.


Participaram da inauguração o defensor público geral, Ricardo Paiva, o vice-prefeito de Iranduba, Robson Adriel, o controlador geral do Estado, Otávio Gomes, o procurador geral de Justiça, Alberto Nascimento, além de parlamentares, secretários municipais e outras autoridades.


Em seu discurso, Ricardo Paiva, salientou o desafio da Defensoria para estar cada vez mais perto da população, reforçando o compromisso de levar acesso à justiça às populações mais carentes do interior do Estado.


“Hoje a Defensoria conta com 11 polos, com unidades construídas com recursos próprios, com estrutura adequada. Estamos mostrando que, com planejamento, temos a chegada efetiva a Defensoria no interior e do interior ela não vai mais sair, porque temos um cenário diferente, com a presença frequente e efetiva de defensor público ao lado da população que mais precisa e clama por acesso à justiça”, frisou.


Localizada no prédio do PAC (Centro Comercial Rio Negro Center), na estrada de Iranduba, a Defensoria de Iranduba conta com dois defensores públicos, dois analistas, um técnico administrativo e três estagiários de Direito. Os servidores Victor Ricardo Freire Correia (analista jurídico), 28, e Juliana Portilho (assistente técnica), 27, foram empossados durante a inauguração e vão iniciar os trabalhos.


O atendimento ao público é de segunda a sexta-feira, de 8h às 14h. A partir de dezembro, o atendimento também poderá ser feito à distância, através do WhatsApp (92) 98559-1599. O defensor público Danilo Garcia será o coordenador da unidade.


O vice-prefeito, Robson Adriel, elogiou a iniciativa da DPE-AM e destacou que a unidade será estratégica para auxiliar as pessoas mais vulneráveis na busca por direitos.


“Com certeza, é um sonho de muitos municípios e nós estamos realizando este sonho hoje. Iranduba é um município que precisa de total atenção e as pessoas que vão procurar atendimento aqui, estão buscando um socorro, alguém que possa ser uma válvula de escape, e a Defensoria vai ser essa mão amiga, para que possamos representar e defender aqueles que de fato precisam”, disse ele.


Presença forte no interior


Em 2022, a DPE inaugurou unidades em Careiro Castanho, Presidente Figueiredo, Rio Preto da Eva e Iranduba. Manacapuru e Novo Airão são atendidas pelo Polo Rio Negro-Solimões. Itacoatiara, Itapiranga e Silves, pelo Polo do Médio Amazonas.


Para 2023 estão previstas as inaugurações das unidades em Autazes, Careiro da Várzea e Manaquiri, completando assim, junto com Manaus, as 13 cidades da Região Metropolitana.


Também para 2023 está prevista a inauguração do 12º polo, o do Juruá, que cobrirá as cidades de Eirunepé, Carauari, Guajará, Ipixuna, Itamarati e Envira, e assim a DPE-AM atingirá 100% de presença no interior.



Texto: José Augusto Souza

Fotos: Evandro Seixas – DPE/AM

143 visualizações