Defensoria não cobra por serviços e não oferece ações judiciais em troca de dinheiro

Cobrança por atendimento na instituição é golpe; toda assistência jurídica prestada pela Defensoria é gratuita, do começo ao fim



Os serviços oferecidos pela Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE/AM) são gratuitos, em todas as etapas de um processo judicial. Logo, qualquer tipo de mensagem destinada a assistidos com a cobrança de dinheiro, ou a oferta de ações sob a promessa de indenizações e divisão de valores, é golpe.


Recentemente, um perfil falso, utilizando indevidamente o nome e a foto de um defensor público da DPE-AM, distribuiu mensagens oferecendo ação judicial no Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM) em troca de dinheiro.


A Defensoria esclarece que é uma instituição responsável por garantir assistência jurídica integral e gratuita para quem não pode arcar com as despesas desses serviços. Por isso, não envia mensagens cobrando valores.


Qualquer dúvida sobre a veracidade das informações, o assistido pode entrar em contato com a instituição por meio dos canais oficiais: Disk 129, Fale Conosco, além dos números do Telegram, todos disponíveis e amplamente divulgados no site da Defensoria.


A DPE-AM recomenda que a população fique atenta a contatos suspeitos para não cair em golpes praticados via mensagem por aplicativos, e que não responda a conteúdos duvidosos. A tentativa de golpe deve ser comunicada imediatamente à polícia.


Texto: Joana Rebouças/ DPE-AM

Foto: Evandro Seixas/ DPE/AM

230 visualizações