Defensoria recomenda que Deasi normalize fornecimento de água em bairros de Itapiranga



Recomendação dá prazo de 48 horas para restabelecimento do serviço, sob risco de adoção de medidas para responsabilização dos gestores públicos


A Defensoria Pública do Estado (DPE-AM) recomendou ao Departamento de Água e Saneamento de Itapiranga (Deasi) que restabeleça o fornecimento de água potável no município, em até 48 horas. O ofício foi emitido pela Defensoria nesta quinta-feira (14), após a instituição receber relatos de interrupção do abastecimento em bairros como Jardim Primavera, Novo Horizonte e Conjunto Cidadão.


Segundo o defensor público Murilo Menezes, caso a recomendação não seja acatada pelo Deasi, outras medidas podem ser adotadas para que o fornecimento de água seja normalizado e haja a responsabilização dos gestores públicos por omissão.



“O restabelecimento imediato do fornecimento de água potável se trata da continuidade de serviço público essencial e, enquanto perdurar a pandemia pelo Covid-19, matéria de saúde pública”, afirma o defensor, que atua no Polo da DPE-AM no Médio Amazonas.


Na recomendação, a Defensoria cita a necessidade de higienização das mãos com água e sabão como medida de prevenção à Covid-19, apontada pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Até essa quinta-feira, Itapiranga já registrou 51 casos e dois óbitos provocados pela doença.


O Departamento de Água e Saneamento tem até sábado (16) para informar à Defensoria quais as medidas eventualmente já adotadas e comprovar de forma documental o restabelecimento do serviço.


Foto: Agência Brasil

24 visualizações
INSTITUCIONAL
Please reload

DIÁRIO OFICIAL
Please reload

CONSELHO SUPERIOR
Please reload

LEGISLAÇÃO
SERVIÇOS
Please reload

IMPRENSA
Please reload

Please reload

Avenida André Araújo, nº 679 - Bairro Aleixo
CEP 69060-000 | Manaus - Amazonas